quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

O Universo que há na gente

Quando se tem a noção do superficial,
nem é preciso ser profundo;
Basta definir num instante,
se é próximo ou se é distante,
e aí é que se sente
o mel e o fel que tem o mundo...
E se «amarga a taça da tristeza
até ao fundo»...

2 comentários:

FINGUIM ROOF

FINGUIM ROOF
VISEU